top of page

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o Direito de sonhar.

“ Que sonhar seja um direito de todas as pessoas, um direito humano e o 18° ODS”


Os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) foram estabelecidos em 2015 pela organização das nações unidas (ONU) afim de preencher uma lacuna deixada pelos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) traçados em setembro de 2000 durante a Cúpula do Milênio da ONU, os quais definiam oito metas para serem alcançadas até 2015.


Em 2015 durante a Cúpula das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável em Nova York foi estabelecida uma nova agenda global para o desenvolvimento sustentável que substituiria os ODM expirados em 2015. Assim os ODM foram substituídos pelos ODS e foi adotada a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável dando continuidade à agenda de desenvolvimento do milênio (2000-2015) com um escopo mais ampliado.


A implementação da agenda 2030 teve início em janeiro de 2016 e é um plano de ação Universal, composto por quatro frentes principais:

(1) Declaração, (2) Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), (3) Acompanhamento e (4) Avaliação da Agenda 2030.

O primeiro passo foi a construção de uma declaração que contém a visão, princípios e compromissos da Agenda 2030. O segundo passo foi a criação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e o terceiro passo é o acompanhamento e a avaliação da Agenda 2030 que são fundamentais a sua implementação a nível global.


Mas o que são os ODS?

São 17 objetivos e 169 metas ambiciosas que devem ser alcançadas até 2030. Esses objetivos são interconectados, são um apelo global à ação para erradicar a pobreza, proteger o meio ambiente e garantir que em todos os lugares as pessoas possam desfrutar de paz e prosperidade. Os 17 ODS são:

  1. Erradicação da pobreza

  2. Fome Zero e Agricultura sustentável

  3. Saúde e Bem-Estar

  4. Educação de qualidade

  5. Igualdade de gênero

  6. Água potável e saneamento

  7. Energia limpa e acessível

  8. Trabalho decente e crescimento econômico

  9. Indústria, inovação e infraestrutura

  10. Redução das desigualdades

  11. Cidades e comunidades sustentáveis

  12. Consumo e produção responsáveis

  13. Ação contra a mudança global do clima

  14. Vida na água

  15. Vida terrestre

  16. Paz, justiça e instituições eficazes

  17. Parcerias e meios de implementação


A Fábrica dos Sonhos é uma organização que nasceu em 2013 para garantir e devolver o direito de sonhar e em 2016 se formalizou como uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos. A organização realiza projetos que despertam talentos, autonomia e sonhos pessoais e coletivos e tem como propósito trabalhar até que todos os humanos possam sonhar, empenhando-se em transformar o Direito de Sonhar no 18° ODS.


Apoie a Fábrica dos sonhos e o Movimento Direito de Sonhar.


Faça uma doação mensal ou agende uma reunião para se tornar um parceiro! Ajude pessoas a resgatar e desenvolver seus sonhos e potenciais!


Visite o site e siga a Fábrica nas redes sociais.


Acesse o Instagram e Facebook: @realizecomafabrica


Texto: Ana Paula S. Bottino

Química, PhD em Emissões de Gases de efeito estufa pela UFF e Columbia University e formação em inventário de GEE e Estratégias de Descarbonização.


Referências


21.732 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page